6 de fev de 2010

 O Beijo
 Lábios que se unem,mãos que percorrem os corpos nus,na ânsia de saciar os desejos contidos até aquele instante,num desejo de ser eterno.Bocas soluçando vontades incendiadas e pernas ora entrelaçadas, ora abertas,como taças expostas ávidas de recolherem o vinho, loucos beijos que jamais te dei.