21 de ago de 2010

Aspiração

Por palavras deslizei,
Revelando os segredos do corpo.
Por mais que em sonho desejei,
O real me será conforto.

Amar-te é meu maior anseio.
Tomar-te minha pretensão.
Provar o sabor do teu seio,
Viver no calor da paixão.

Imaginar já é um alento,
Porquanto não te posso ter.
Transformar-se-a em tormento
Imaginar um dia te perder.

São sonhos de corpos ávidos,
De pura inspiração.
Momentos de desejos cálidos.
Forças de uma paixão.

Um comentário:

  1. Puxa, escrever bem assim é um dom, um dom concebido por Deus.
    Suas palavras tocam no profundo dos meus pensamentos.

    ResponderExcluir